O Brasil conta com uma série de lojas e marcas legais, mas não adianta: quando se fala de consumo e oferta de produtos de qualidade, os Estados Unidos saem na frente. Se você já viajou para os EUA, certamente já recebeu o pedido de algum amigo ou familiar para que trouxesse itens de lá (ou você mesmo pediu para que trouxessem algo).

Além de bens de consumo, os Estados Unidos também contam com diversos criadores de infoprodutos de qualidade. São especialistas em suas áreas que produzem materiais, como e-books e vídeos para compartilhar os seus conhecimentos.

Essa grande oferta por lá pode ser uma excelente oportunidade para você, produtor de conteúdo que trabalha com programas de afiliados, ganhar dinheiro aqui no Brasil.

Se as marcas e os marketplaces brasileiros colocam esforços para criar programas de afiliados de qualidade, imagine nos EUA. Por lá, as empresas criam estratégias agressivas para conseguir clientes por meio da rede de influenciadores e especialistas em gerar tráfego online.

Todo mundo sai ganhando com esse esquema. As empresas aproveitam a base de clientes dos seus parceiros. Os parceiros encaram esse modelo de negócio como uma fonte de renda e uma maneira de compartilhar conteúdo de qualidade com os leitores. Os leitores têm o acesso a dicas endossadas por quem eles admiram e acreditam.

Se as empresas americanas estão avançadas nesse processo e os consumidores brasileiros sedentos para adquirir itens e conteúdos desse mercado, que tal começar a divulgar os produtos americanos nos seus canais?

Quais são as vantagens de entrar em programas de afiliados internacionais?

Você tem um leque mais amplo de pautas
O primeiro benefício de trabalhar com programas de afiliados americanos é contar com inúmeras possibilidades de pautas nos seus canais. Ao focar apenas nas opções brasileiras, você se limita e fica no mesmo nível que os outros produtores de conteúdo locais.

Tendo como base os produtos — sejam físicos ou digitais — produzidos em outros países, você se mostra antenado para o seu público. Além disso, foge da concorrência, pois será uma das poucas pessoas no Brasil que realiza essa ponte com os consumidores daqui e marcas internacionais bacanas.

Você recebe em dólar
Além disso, você também vai aumentar o seu faturamento. O número de empresas americanas que trabalham com afiliados é altíssimo, o que já te traz muitas opções para gerar renda.

Esses programas são bem estruturados e contam com remunerações muito interessantes e em dólar, o que já te dá uma vantagem por conta do câmbio.

Como começar a trabalhar com marketing de afiliados americanos?
Muitas pessoas que trabalham com marketing de afiliados nem cogitam olhar para os Estados Unidos, por acharem que o processo seria muito complicado. Porém, isso não é verdade. Entrar nos programas é fácil e, com as orientações corretas, a compra dos produtos físicos e digitais também é simples para o consumidor.

1- Encontrar os produtos que fazem sentido para o seu público
O tipo de produto que você vai divulgar varia muito de acordo com o seu público-alvo. Existem muitos nichos que contam com os seus próprios programas de afiliados. Porém, alguns canais básicos agregam itens de diversos segmentos, como:

Infoprodutos
Click Bank: um dos principais canais para encontrar infoprodutos americanos. Nele, você consegue buscar uma série de e-books e vídeos com materiais que variam desde aulas de gastronomia até dicas para levar uma vida espiritualmente mais equilibrada.

Marketplaces que oferecem produtos de diversos segmentos
Os Estados Unidos contam com uma série de marketplaces com programas de afiliados. Target, eBay e Walmart são apenas alguns deles.

Na hora de criar um link dos produtos desses lugares é importante garantir que eles encaminhem o item para o Brasil.

2- Abrir uma empresa nos Estados Unidos
Para trabalhar como afiliado das marcas americanas, você vai precisar abrir uma empresa nos Estados Unidos. Isso vai te permitir receber o dinheiro dessas transações sem complicações.

O lado bom de ter uma empresa nos Estados Unidos é que esse modelo facilita a rotina de quem trabalha com programas de afiliados e marketing digital.

Quais são as vantagens de ter uma empresa americana, sendo um afiliado?
Na sua rotina como afiliado e produtor de conteúdo, você está constantemente pagando ferramentas e taxas em dólar. Sejam elas ferramentas de automação e envio de e-mails, de programação de postagens nas redes sociais, ou então as taxas para realizar os anúncios no Google, Facebook e Instagram.

Quando você coloca esses pagamentos diretamente no seu cartão de crédito brasileiro, precisa lidar com o IOF e as variações cambiais. A conta acaba sendo alta! Se você centralizar essas suas faturas na sua conta americana, não vai precisar se preocupar com a mudança do dólar ou então com essas tarifas.

Além disso, a empresa americana te traz outra vantagem: o formato de empresa nos Estados Unidos é diferente do Brasil. Por lá, você só vai precisar pagar imposto a partir do que você obteve de lucro. E aqui está a grande vantagem para quem trabalha como afiliado. Esses pagamentos de ferramentas fazem parte do seu custo como empresa. Portanto, você pode quitar todas essas faturas e apenas o dinheiro que sobrar após todas as suas obrigações financeiras que será tributado.

Gostou da ideia e quer abrir uma empresa nos estados unidos para começar a trabalhar como afiliado para negócios americanos? Então fale com a gente por aqui.