Que a China é um dos melhores lugares para encontrar fornecedores de importação você já sabe. Mas como chegar até empresas que executam e entregam grandes quantidades de itens para o seu projeto? Como realizar os primeiros contatos com esses fabricantes e garantir a qualidade dos produtos?

O objetivo deste texto é justamente te auxiliar nesse processo. Porém, antes de começar a busca por fornecedores em si, é fundamental que você já tenha uma ideia básica de quais serão os itens pesquisados e em que países a sua empresa pretende revendê-los.

O seu objetivo é vender para o Brasil? Então faça um pesquisa extensa para entender quais são os produtos e materiais permitidos pela regulação brasileira. O seu foco é aproveitar os hábitos dos americanos — que são os maiores consumidores de bens de consumo do mundo — e vender para os Estados Unidos? Então também entenda as características exigidas pelo país para a revenda de itens.

Com essas informações claras, você pode partir para a busca dos produtos em si! Aqui vai um passo a passo de como fazer isso.

Como encontrar fornecedores chineses para importação

O que você imaginar de produto, alguém na China fabrica e fornece para você. Desde roupas até maquinários, passando por brinquedos, embalagens e até produtos químicos! Como a oferta é enorme, o grande desafio é chegar até o fabricante correto. Isso pode ser feito de duas maneiras: presencialmente, por meio de visitas a feiras na China, ou à distância, através de sites que contam com catálogos de fornecedores.

Feiras chinesas

Ir para a Canton Fair é uma experiência única. Se o seu objetivo é se dedicar à importação na China, provavelmente você vai acabar indo até esse evento em algum momento da sua vida.

Ela acontece duas vezes ao ano, no Distrito de Guangzhou, e reúne fabricantes de diversos segmentos. A Canton Fair é tão grande que em uma de suas edições chegou a ter mais de 60 mil fornecedores diferentes.

Com uma rápida busca na internet é possível encontrar empresas brasileiras que organizam a sua viagem para essa feira e já oferecem serviços de guias e tradutores chineses. É interessante contar com essa assessoria, pelo menos na sua primeira visita.

Lado positivo de encontrar fornecedores na Canton Fair

A experiência na feira de Canton é válida porque o primeiro contato com o fabricante acontece de uma maneira muito mais ágil. Quando você gosta de um fornecedor, já pode pegar amostras e conversar sobre a possibilidade de fabricação e os prazos de entrega. Além disso, consegue agendar visitas nas fábricas, para conhecer de perto como os seus itens serão produzidos.

Lado negativo de encontrar fornecedores na Canton Fair

Por outro lado, deslocar-se até a China custa caro! Se o seu objetivo é começar um negócio com um orçamento mais apertado, esse investimento pode não ser prioridade. O lado bom é que também é possível encontrar fornecedores à distância, por meio dos marketplaces chineses.

Marketplaces chineses

Encontrar fornecedores da China em marketplaces é totalmente possível, porém trabalhoso. Os próximos passos deste texto te mostram como fazer isso e evitar erros e falhas de comunicação.

As buscas por fornecedores chineses na internet começam principalmente em três grandes sites: Made-in-China, Alibaba e Globalsources. Eles não são os únicos, porém são os mais utilizados pelos fabricantes da China que querem fazer negócio com estrangeiros.

Encontrar os fornecedores em marketplaces chineses não é fácil. A comunicação é demorada e difícil e as fotos apresentadas eventualmente não condizem com o produto em si. Às vezes, a mesma imagem é utilizada por diversos fornecedores, o que confunde na hora de escolher qual é o melhor. Moral: tenha paciência e um olhar crítico em cada um desses sites.

Para filtrar os melhores fabricantes e garantir uma boa comunicação, siga os seguintes passos:

1- Crie um documento com especificações

Antes de entrar em contato, crie um documento com todas as especificações que o seu produto precisa ter. Quais são as certificações necessárias? Como é o design (aqui, estamos falando até mesmo de um desenho básico de como seria o produto)? Quais são os materiais? Quais são os elementos químicos que não podem fazer parte do item?

Criar um PDF em inglês que traz as especificações necessárias vai facilitar todo o processo de busca de fornecedores.

2- Veja se eles cumprem com os pré-requisitos necessários

Você vai encontrar centenas de fornecedores parecidos para o mesmo item. Em vez de se basear apenas no preço, leve em consideração se o fabricante cumpre com pré-requisitos mínimos como: certificados de gestão de qualidade, certificados de conformidade social, fotos e endereço da fábrica, avaliações de outros consumidores, número de vendas realizadas, capital social, etc.

Isso já serve como um balizador de quais são as empresas sérias dos marketplaces. Vale lembrar que esses sites não têm um controle muito rigoroso de quem se inscreve em suas páginas. Portanto, cabe a você garantir que o fornecedor é autêntico e comprometido.

3- Selecione de 10 a 15 fornecedores

Na sequência, selecione de 10 a 15 fornecedores que cumprem com os seus pré-requisitos. Esse número parece exagerado, mas a tendência é que apenas metade desses realmente te respondam.

4- Mande a mensagem, com especificações e perguntas

Esses marketplaces já estão preparados para facilitar o contato entre fornecedores e potenciais compradores. Portanto, a sua primeira conversa vai acontecer por meio de mensagens dentro de canais específicos desses sites.

Mande o seu PDF com especificações do seu produto para a lista de 15 fornecedores. Além disso, também encaminhe as seguintes perguntas:

a) Qual é o preço por unidade
b) Qual é a quantidade mínima dos pedidos
c) Quanto custa a amostra do produto
d) Quanto tempo eles levam para produzir a sua amostra
e) Quanto tempo eles levam para entregar o seu pedido completo

5- Peça amostras

A tendência é que as respostas demorem no mínimo uma semana para chegar. Se o número de respostas obtidas não for satisfatório, procure novos fornecedores e refaça o processo com eles.

Quando você tiver a resposta de um número interessante de fornecedores, dê continuidade às negociações pedindo uma amostra do seu item. Algumas empresas vão cobrar por essa amostra, outras vão encaminha-la de graça. O tempo para fabricar esse item varia muito de acordo com o nível de complexidade do seu pedido.

Antes de as amostras serem encaminhadas para o seu endereço no Brasil, peça uma foto do item. Isso já te ajuda a ver se o material está de acordo com o seu pedido ou não, trazendo uma economia de tempo e dinheiro no caso de uma nova produção ser necessária.

6- Peça refações

Dificilmente o seu item vai chegar exatamente como você deseja logo na primeira amostra. Se isso acontecer, que ótimo! Se não for o caso, tire fotos e escreva detalhadamente o que deve ser alterado. Peça uma nova amostra, que cumpra com todos os seus pedidos.

O seu item chegou exatamente do jeito que você queria? Então agora é hora de realizar o pedido em si!

Como fazer o pedido para o fornecedor chinês

1- Documento assinado

Muita calma nessa hora! Antes de fazer a transferência e pedir os itens, você deve fazer com que o fornecedor assine um contrato. Esse documento deve contar com detalhes como: termos de pagamentos; especificações do produto; desenhos detalhados do design do item; lista de normas de segurança; prazo de entrega; cláusula de propriedade da marca.

Neste artigo você confere um sumário de todos os itens que devem fazer parte desse contrato. Ele também te dá a opção de comprar um contrato redigido pronto, com todas as informações necessárias para garantir a segurança da sua transação.

2- Depósito

Depois que o fabricante assinar o documento, faça o depósito inicial. Esse valor pode variar entre 30 e 50%, dependendo da fábrica. Nunca faça o depósito integral e preste muita atenção na conta que você está depositando. Cuidado para não cair numa fraude!

3- Produção em si

Assim que eles confirmarem que receberam o dinheiro, vão começar a produção. Para garantir que esse processo ocorra de maneira tranquila e dentro do prazo, crie o hábito de realizar follow ups constantes. Semanalmente, ou a cada dez dias, peça fotos da produção, bem como o número de itens que já foram produzidos.

Quando você vir que tudo está dentro do padrão de qualidade, pague o resto.

Com esse passo a passo básico, a chance de você encontrar fornecedores chineses de qualidade é muito maior. Em breve, vamos compartilhar a parte dois deste artigo, com dicas de como realizar o envio dessa carga, com segurança até o destino escolhido.

Boa sorte na sua busca de fornecedores da China!