A valorização do Dólar é mais um motivo para correr atrás de um objetivo bem comum para os brasileiros: ganhar em dólar. Para os freelancers isso é bem possível. Afinal, a natureza do seu trabalho permite prestar os seus serviços para quem quiser, como quiser e de onde quiser.

Como já dizia o escritor Tim Ferriss no famoso livro The Four Hour Work Week (Trabalhe 4 Horas por Semana), seu objetivo deve ser “ganhar em moeda forte, gastar em moeda fraca”.

Estabelecendo a capacidade de ser um nômade digital

O nômade digital é uma modalidade de trabalhador relativamente nova, afinal, ele não poderia existir até a tecnologia permitisse que essa função seja possível. Felizmente, hoje ela permite.

Esse tipo de profissional é aquele que não precisa estar comprometido a um local como uma cidade ou mesmo um país. Ele faz o seu trabalho de maneira remota, atuando de qualquer lugar e da forma que quiser.

Para isso, ele precisa apenas de um computador, onde é feita a maioria do seu trabalho, e de uma boa conexão de internet. Isso traz diversas vantagens, especialmente na qualidade de vida, já que, por exemplo, não é necessário gastar tempo se deslocando para o trabalho e a rotina pode girar de acordo com o horário que mais agrade. Isso acaba tendo algumas consequências também econômicas, já que os gastos gerais costumam ser bem menores.

Ser freelancer e ganhar em dólar… É possível?

Felizmente, a resposta é SIM. Mesmo morando no Brasil você pode ter uma empresa nos Estados Unidos e utilizá-la para captar clientes de todo o mundo.

Desenvolvedores, Programadores e Designers são jobs muito comuns no mundo dos nômades digitais, especialmente por não precisar haver um comprometimento tão grande com a língua, mas eles estão longe de ser os únicos.

Existem diversos sites que são agregadores de trabalhos para freelancers, e as funções desejadas variam desde as mais conhecidas, como tradução e produção de textos, até opções mais surpreendentes como engenharia, questões legais, operações de vendas, operações administrativas e projetos de arquitetura, por exemplo.

Identificamos 5 passos preciosos para ter acesso ao Dólar e outras oportunidades mercadológicas, seja qual for seu trabalho como freelancer:

  • Ter uma empresa americana, apresenta muito mais profissionalismo e confiabilidade a possíveis clientes internacionais.
  • Permite acesso a certos documentos que ampliam o leque de possíveis trabalhos, aumentando a demanda e podendo trabalhar também com grandes clientes;
  • Estar formalizado permite mais facilmente criar parcerias com outros freelancers, ou até mesmo, com outras empresas;
  • Abrir uma empresa nos Estados Unidos nunca esteve tão fácil, graças a medidas econômicas impostas pelo governo e pela presença de empresas terceirizadas que ajudam no processo;
  • O acesso é muito mais fácil a clientes de diversos locais devido o dólar ser uma moeda mundial, possibilitando, fazer negócios com o mundo!

Você pode fazer este processo sem ter uma empresa nos Estados Unidos, utilizando ferramentas como o Payoneer. Ele permite que empresas como o Upwork façam o pagamento em uma conta americana e você receba no Brasil.

Entretanto, ter uma empresa americana permite que você receba pagamentos não só de alguns portais, e sim de todas outras empresas dos Estados Unidos e do Mundo. Além de fornecer ao seu cliente uma maior confiabilidade.

Para sanar suas dúvidas e saber como receber em Dólar, agende uma conversa agora mesmo com um de nossos especialistas.