No dia 25 de novembro de 2019, foi realizada a décima reunião do “US – Brazil CEO Fórum” em Washington, D.C.

O Fórum é composto por 20 CEOs de empresas baseadas nos Estados Unidos e no Brasil, acompanhados de representantes dos Governos Brasileiro e Americano, e tem como objetivo prover recomendações que fortifiquem as relações comerciais e econômicas entre os dois países.

As propostas apresentadas incluem cooperação e colaboração nos setores de comércio, tecnologia, energia e educação.

Foram recomendadas diversas medidas para avançar as discussões de um acordo de livre comércio e a entrada do Brasil na OECD (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OCDE em Português). Os CEOs também manifestaram seu apoio à reforma tributária de ambos os países e recomendaram que sejam mantidos os esforços para a negociação do Acordo de Dupla Tributação.

O ministro brasileiro Paulo Guedes enfatizou que as diferenças entre o sistema tributário brasileiro e americanos vem sendo reduzidas, aumentando a possibilidade de um futuro acordo.

Os membros do Fórum celebraram a recente assinatura do acordo para expansão do programa Global Entry (programa da segurança de fronteira americana que permite que os viajantes sejam pré cadastrados e possam fazer o processo de entrada no país através de quiosques instalados nos aeroportos – dispensando as longas filas para entrevista com o agente de imigração). Esse acordo vem sendo negociado há vários anos durante a reunião entre os presidents Trump e Bolsonaro em março deste ano, ambos anunciaram sua intenção em completar o processo.

O Department of Homeland Security (DHS) irá começar uma fase experimental do programa nas próximas semanas e deve liberar o acesso e registro para o publico em geral em 2020.

Foi anunciada ainda a parceria entre o Instituto Nacional de Marcas e Patentes (INPI) e o U.S Patent and Trademark Office que irá acelerar o processo de concessão de patentes tanto no Brasil como nos EUA.

Ambos os governos permanecem comprometidos em priorizar as recomendações do setor privado para favorecer desenvolvimento econômico mútuo. Eles também concordaram em continuar fazendo uso de diversos acordos bilaterais como o U.S.-Brazil Commercial Dialogue, o U.S.-Brazil Defense Dialogue, e o U.S.-Brazil Energy Fórum, para manter uma linha de comunicação aberta entre o setor privado e os respectivos órgãos do governo.

A Company Combo está sempre conectada com as atualizações do mercado global. Conheça sobre nossos serviços em: www.companycombo.com