Apesar da distância, empresários brasileiros podem ter operações completas de fulfillment nos Estados Unidos. Além da possibilidade de tornar seu negócio internacional, existe a grande vantagem de participar de um mercado ativo e cheio de oportunidades.

Expandir as operações para os Estados Unidos pode trazer grandes benefícios para uma empresa. O país é conhecido por proporcionar oportunidades valiosas para empreendedores e apresenta números impressionantes quando o assunto é o setor de e-commerce. 

No ano de 2020, o montante de vendas geradas por lojas virtuais chegou a US$787,9 bilhões, número que representa um crescimento de 32,2%, se comparado ao ano anterior. A taxa de crescimento é a mais rápida dos últimos dez anos. 

Para estabelecer uma operação no país, no entanto, é preciso entender a fundo o processo e saber quais passos serão necessários para iniciar sua jornada empreendedora em território internacional. 

Por isso, separamos os três primeiros passos  de como ter um e-commerce fulfillment nos Estados Unidos e mais dicas para uma operação bem estruturada e que atenda às expectativas dos seus clientes norte-americanos. Mas, antes, entenda os benefícios de empreender nos Estados Unidos. 

Por que devo iniciar uma operação de fulfillment nos Estados Unidos? 

Segundo dados divulgados pelo Ministério das Relações Exteriores, 45% dos brasileiros que estão empreendendo no exterior têm empresas nos Estados Unidos. O país chama a atenção por apresentar grandes oportunidades de negócios, além da rápida recuperação econômica após a crise causada pela pandemia do COVID-19. 

No primeiro trimestre de 2021, a economia do país cresceu 6,4%, graças ao retorno do consumo e o aumento dos gastos públicos, o que demonstra uma reestruturação financeira e sinaliza que a crise econômica está sendo deixada para trás. 

Enquanto isso, o Brasil avança a passos lentos em direção à recuperação econômica, causando insegurança e instabilidade para os brasileiros. Segundo relatório divulgado pela  Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil é a única grande economia com desaceleração do crescimento. 

Ao expandir suas operações para os Estados Unidos, você tem a possibilidade de aproveitar a recuperação econômica do país e não fica sujeito às variações do mercado nacional. Além disso, a negociação passa a ser em dólar, a moeda mais utilizada do mundo. 

Muitos empreendedores, no entanto, ficam inseguros com a barreira da língua ou burocracia para a abertura da empresa, porém, existem maneiras de contornar possíveis empecilhos. A Company Combo, por exemplo, oferece o serviços de business formation (abertura de empresa) e suporte em português, além de apoio nas áreas de fulfillment e bookkeeping, o que viabiliza todo o processo. 

Entenda melhor como funciona o fulfillment  

Fulfillment nada mais é do que a operação logística de um e-commerce, ou seja, todo procedimento desenvolvido para que o cliente receba o produto adquirido em uma loja virtual.

Tudo começa com o armazenamento do estoque em um depósito e, assim que um pedido é concluído na loja, a equipe responsável passa a organizá-lo para envio. Quando o cliente recebe sua encomenda, as etapas do processo estão completas. 

Porém, se houver devolução, a logística reversa é iniciada: o produto é enviado novamente para o depósito, onde o time do fulfillment center vai verificar a condição da encomenda e, dependendo da análise, decidirá por fazer a separação, caso não possa ser vendido novamente, ou posicionará novamente no estoque. 

Três passos para começar sua operação de fulfillment nos EUA

Abrir sua empresa 

Antes de tudo é necessário abrir uma empresa nos Estados Unidos para, então, começar a operar no território. Como você já sabe, existem facilitadores, como a Company Combo que oferecem esse tipo de serviço. 

Ao final do processo, que atualmente leva até 60 dias, você terá em mãos seu EIN, similar ao CNPJ usado no Brasil, para começar a fazer suas vendas. Entenda o passo a passo completo neste link

Vale lembrar que o procedimento pode ser feito remotamente e o único documento necessário para dar início ao processo é um passaporte válido.

Definir seus canais de vendas 

Para começar as suas vendas será preciso definir seus canais. Você pode desenvolver um e-commerce próprio ou mesmo contar com marketplaces como a Amazon, Ebay ou Wayfair.

A Amazon tem o título de maior varejista eletrônico dos Estados Unidos e, em 2020, seus vendedores geraram um total de US$300 bilhões em vendas. Já o Wayfair é responsável por grande parte da venda de móveis no país, um setor interessante para aqueles que desejam empreender por aqui. 

Caso opte por um e-commerce próprio, você pode contar com ferramentas como Shopify e VTEX. Ambas têm atendimento em português e oferecem o suporte necessário para você criar sua loja virtual.  

Escolher sua operação de fulfillment 

Desenvolver uma operação de fulfillment a distância pode ser uma tarefa desafiadora. Por isso, é importante saber quais são os melhores caminhos para que sua logística seja bem estruturada e corresponda às expectativas dos consumidores. 

Você pode optar por ter um fulfillment interno ou terceirizado. Para desenvolver uma operação dentro da sua empresa, será necessário contar com alguns gastos extras, destinados ao aluguel do seu depósito, equipe, treinamento, materiais necessários para o dia a dia e custos da transportadora parceira, que vai cuidar das entregas. 

Agora, se a sua escolha for terceirizar, será necessário buscar um parceiro, conhecido também como 3PL ou Third-Party Logistics, que cuidará da logística do seu e-commerce. Uma das vantagens desse modelo é contar com o apoio de profissionais experientes, que podem orientar você sobre quais os melhores caminhos a seguir em sua nova jornada empreendedora.

Além disso, os Fulfillment Centers, como são conhecidos os centros de distribuição, têm acesso a taxas negociadas com as transportadoras, devido à alta demanda, e você, provavelmente, vai conseguir economizar com a entrega das suas mercadorias. 

Para ficar por dentro do assunto, baixe o e-book gratuito “Tudo o que você precisa saber sobre Fulfillment”.  

Como escolher um Fulfillment Center para cuidar da sua operação 

Uma dica na hora de escolher um parceiro para cuidar do fulfillment da sua empresa é procurar saber se ali é feita a logística de itens de diferentes volumes. Por exemplo, produtos menores, como roupas, e maiores como móveis. Se sim, é um sinal de que a operação é bem estruturada.

Aqui na Company Combo, nós cuidamos da operação de empresas de diversos segmentos, desde pequenos itens, até grandes entregas, como móveis. Para saber mais sobre esse serviço, entre em contato com nosso time. Clique aqui.